por topsuites 18/07/2019
dividir quarto

Precisa dividir quarto? Dicas para passar por isso de boa

A gente sabe que não tá fácil pra ninguém. Quando o dinheiro está apertado e se mudar é uma necessidade, dividir quarto com outra pessoa pode ser uma boa opção para economizar. Em moradias como repúblicas, pensões ou pensionatos pode ser uma opção. Muitos estudantes e trabalhadores mudam de cidade e precisam morar perto de onde trabalham ou estudam para não gastar fortunas no transporte. Se esse é o seu caso veja as dicas para você:

Como é dividir quarto?

Dormir no mesmo quarto que outra pessoa pode parecer desconfortável, pois de fato você perde um pouco da privacidade, ainda mais se você não estiver fazendo isso por opção, mas por falta de grana. Porém, essa é uma experiência que muita gente tem enquanto ainda faz faculdade e é também uma bela oportunidade de ter contato com ideias e histórias diferentes. Vocês e seu roommate estão passando por fases parecidas na vida e podem ser um ponto de apoio um do outro, construindo uma grande amizade pro resto da vida.

As vantagens de dividir quarto

Aí vão argumentos para te convencer do custo-benefício de compartilhar o quarto com outra pessoa:

A economia de grana é a maior delas. Dividir quarto significa dividir as despesas, o que é um fator muito importante para quem está no começo da carreira e tem pouco dinheiro;

Para além de dividir as contas, dividir a vida. Dividir o quarto com uma pessoa passando pelos mesmos problemas e as mesmas questões que você pode se tornar um grande amigo para todo sempre;

Uma coisa muito importante de se dividir é a limpeza. Compartilhar quarto significa ter só metade das tarefas, o que é muito vantajoso para quem tem uma rotina corrida;

Passar muito tempo com uma pessoa muito diferente de você pode ser uma ótima oportunidade para aprender a conviver com as diferenças e conhecer histórias que você jamais teria contato na sua zona de conforto;

Se você e seu roommate tiverem horários e rotinas diferentes, existe a possibilidade de ter maior privacidade;

Pense que, caso sua vida seja muito corrida, é uma chance de ter com quem compartilhar as tarefas domésticas e manter tudo em ordem!

As desvantagens de dividir quarto

A decisão de dividir quarto e conviver com uma pessoa que vem de um lugar diferente e de outra família, com costumes diferentes da sua, também pode ter alguns ônus e é bom se preparar:

As coisas podem ficar complicadas se um de vocês tiver hábitos de sono ou estudo muito destoantes do outro. Inevitavelmente existirão dias em que vocês vão precisar ficar acordados por mais tempo, por exemplo, e é preciso jogo de cintura para não virar uma discussão;

Caso não haja uma conexão entre vocês, aquele sentimento de afinidade imediato, dividir quarto, um espaço tão íntimo, pode ser uma situação sufocante, portanto escolha bem quem será o seu colega de quarto;

Uma relação de confiança muito profunda precisa ser estabelecida entre as duas pessoas, para que não haja nenhum tipo de constrangimento.

A sua privacidade está um pouco comprometida, ao dividir quarto convém não receber visitas o tempo todo e não fazer coisas que possam deixar seu colega de quarto desconfortável, como andar sem roupa

Deixe os seus limites bem expostos e não tenha medo de falar “não” quando precisar. Às vezes, “evitar conflitos” se torna  permitir que as pessoas sejam invasivas com você, e pode ser muito difícil perceber essas pequenas coisas dentro de uma convivência tão intensa quanto dormir no mesmo quarto.

Dicas para encontrar um bom colega de quarto:

Você já ponderou os prós e os contras e tem certeza que essa é a melhor forma de moradia para você. Então é a hora de encontrar o seu colega de quarto ideal! Parece fácil, mas é necessário descobrir compatibilidades e estabelecer os seus limites. Encontrar os interessados em dividir quarto é fácil! Somos o maior site de quartos compartilhados e oferecemos as ferramentas necessárias para você encontrar o seu roommate perfeito. Conte conosco e siga as dicas na hora de conversar com alguém disposto a dividir quarto:

Reflita, primeiro, qual é o perfil do seu colega de quarto ideal. Idade, gênero, ocupação (estudante ou trabalhador)… Isso ajuda bastante na hora de selecionar pessoas em potencial e ajuda na sua organização;

Não se desespere! É um grande passo, precisa ser tomado com calma. Conheça quantas pessoas você achar necessário até se sentir totalmente seguro de sua decisão;

Marque conversas, preferencialmente pessoalmente, para você conhecer as pessoas que selecionou como possíveis colegas;

Seja prudente e cuidadoso, só aceite conversas em lugares públicos e desconfie de ofertas que destoem muito de todas as outras que você receber;

Lembre-se que o seu colega de quarto ideal não precisa ser uma pessoa idêntica à você. De todo modo, é muito bom que ela tenha uma rotina e hábitos parecidos com os seus;

Pergunte tudo que achar que é necessário saber. Descubra se a pessoa fuma, se a pessoa ronca, se fala dormindo, se gosta de dormir no escuro ou com alguma luz acesa, se gosta de som alto, assiste televisão de madrugada, recebe muitas visitas, passa pouco tempo em casa… Essas questões podem se tornar grandes problemas no futuro, é melhor garantir que exista afinidade nesses aspectos;

Não tenha medo de dizer o que você espera, sente e acredita;

Caso sinta que não tem muito a ver com um dos seus potenciais roommates, não force as coisas. Apenas confie em suas intuições e seja educado;

O que levar em conta antes de dividir quarto com alguém

Existem algumas diferenças que você precisa ponderar quando decide dividir o seu espaço com alguém:

Se você é uma garota, por exemplo, pode se sentir mais segura em um quarto para moças. Da mesma maneira que um cara pode preferir dividir espeço em um quarto para rapazes. Isso não significa que pessoas do mesmo sexo não possam dividir espaço. Se for alguém que você conhece bem e que te inspira confiança, basta conversar e estabelecer limites.

Dividir um quarto com um conhecido pode ser vantajoso, porque vocês já se conhecem e sabem os defeitos e qualidades um do outro, além da liberdade de poder falar o que está sentindo e ser você mesmo com mais facilidade;

Por outro lado, as afinidades pessoais não são os critérios mais importantes para decidir dividir quarto com alguém. Compatibilidade de rotina e capacidade de se colocar no lugar do outro garantem uma boa convivência. Nesse sentido, uma pessoa desconhecida pode te surpreender positivamente;

Ser roommate de uma pessoa estrangeira pode ser uma oportunidade incrível de conhecer uma nova língua e uma nova cultura.

Regras e dicas para dividir quarto numa boa

Discutam abertamente quais são as regras de convivência entre vocês. Estabeleçam limites de horário, condições para receber visitas, cronograma de limpeza…

Seja paciente. Grosserias geram mágoas desnecessárias e ninguém precisa sofrer por causa do seu mau humor;

Pegue leve… Todos temos defeitos e qualidades, a convivência deixa os dois lados muito mais intensos. Seja compreensivo e não se esqueça que você tem defeitos também;

Não dê motivo para conflitos bobos, algumas coisas são totalmente evitáveis. Mantenha as suas coisas organizadas e respeite as regras da casa;

Combinarem juntos como decorar o quarto pode ser uma ótima maneira de você e seu roommate se aproximarem, além de deixar o espaço de vocês com um aspecto mais pessoal. Pesquisem juntos ideias de decoração e se empenhem em reproduzir as melhores!

Mantenha as coisas e o espaço em comum limpos. Ninguém merece um quarto com cheiro ruim ou um banheiro sujo;

Empatia e respeito pelas diferenças são essenciais, sempre.

 

Fonte

Categorias: Alugar Quarto

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *